Torcedores da Lazio entoam coro racista durante partida e setor do Estádio Olímpico será fechado

Por causa do coro racista que os torcedores da Lazio gritaram contra atletas do Sassuolo no domingo (01), o time receberá punição nas próximas duas partidas.

Nos próximos dois jogos em casa pelo Campeonato Italiano a Lazio irá jogar sem parte dos seus torcedores como pena pela atitude racista.

Segundo a Ansa, esta decisão foi definida pelo tribunal desportivo da Itália. O grupo que entoou os gritos racistas são ultras e estavam na “curva norte” do Estádio Olímpico de Roma.

É neste setor que os torcedores do time se concentram e também é parte que ficará fechada por dois jogos na casa.

O alvo do preconceito erma Claud Adjapong, italiano de origem ganense e Alfred Duncan, nascido em Gana.

De acordo com a Ansa, as ofensas ocorreram aos 31 minutos do primeiro tempo e também no segundo tempo, quando o relógio já marcava 32 minutos da partida.

Os jogos do dia 22 contra o Cagliari e no dia 5 de novembro contra a Udinese não terão os torcedores da “curva norte” presentes.

Vale lembrar que esta não foi a primeira punição por racismo, por parte dos torcedores da Lazio. Em Abril, os torcedores entoaram também um canto racista contra a Roma no derby.