O Tribunal de Reggio Calabria, na Itália, condenou à prisão nesta quarta-feira (24) cinco pessoas pela morte do operário Matteo Armellini, em 2012, após a queda de uma estrutura do palco onde se apresentaria a cantora Laura Pausini

As penas variam entre um e três anos de prisão. Os réus condenados por homicídio e desastre culposo são Franco Faggiotto (3 anos e 6 meses), Sandro Scalise (3 anos), Ferdinando Salsano (1 ano e 8 meses) , Pasquale Aumenta e Marcello Cammera (1 ano e 6 meses cada). Um dos acusados, o produtor do local onde aconteceria o show, Maurizio Senese, foi absolvido no julgamento.

“Estou emocionada. Essas batalhas devem ser feitas para restaurar a dignidade de todos os trabalhadores e eu luto por isso, posso dizer que a justiça foi feita”, comemorou a mãe de Matteo, Paola Armellini.

No dia 5 de março de 2012, uma estrutura metálica de cerca de 15 metros de altura, onde Matteo estava instalando um sistema de iluminação, caiu de repente, causando a morte imediata do operário. Na ocasião, Pausini escreveu uma mensagem de luto para a vítima.