Um das principais atletas da seleção italiana que foi campeã do mundo em 2002, na Alemanha, a central Sara Anzanello faleceu na quinta-feira (25), na Itália, aos 38 anos de idade. Ela vinha lutando contra uma hepatite, mas não resistiu

A jogadora chegou a se submeter a um transplante de fígado em 2013, quando defendia o Azerrail Baku, do Azerbaijão. A cirurgia foi bem-sucedida, e ela se tornou engajada em campanhas a favor da doação de órgãos. Sara passou a se dedicar também à formação das categorias de base. Ela se tornou gerente do Club Italia, um projeto criado pela Federação Local para formar jovens e, na temporada seguinte, voltou às quadras pelo Novara, onde se aposentou.

Sara nasceu em San Donà di Piave, província de Veneza, em julho de 1980, e estreou na Série A italiana no Novara, com menos de vinte anos de idade, mesma equipe pela qual se aposentou mais recentemente. Ela ganhou títulos como três Copas da Itália, duas Supercopas, o Mundial de 2002, duas pratas no Grand Prix (2004 e 2005), outra prata no Campeonato Europeu, em 2005, e duas Copas do Mundo, em 2007 e 2011. Foi nesse ano que se aposentou da seleção. Ela fez 278 partidas pela Itália.

(GE)