A partida de abertura da Eurocopa de 2020, quando o torneio passará a ser disputado em várias nações, acontecerá em Roma, capital da Itália.

A informação foi obtida pela ANSA com fontes ligadas ao futebol internacional e já é comemorada por políticos e cartolas do “país da bota”.

“Roma foi escolhida pela Uefa como sede do jogo de abertura da Euro 2020, uma bela notícia para a Itália, fruto de um grande trabalho de equipe. Um passo à frente para recuperar nosso futebol”, declarou no Twitter o ministro do Esporte, Luca Lotti.

Já o diretor-geral da Federação Italiana de Futebol (Figc), Michele Uva, disse que a vitória de Roma é um “reconhecimento ao grande trabalho internacional feito pela Itália neste ano”.

A partida inaugural do torneio será no Estádio Olímpico da “cidade eterna”, enquanto a final acontecerá em Wembley, em Londres, capital do Reino Unido. Ao todo, 13 municípios de diferentes países receberão jogos da Euro, que será disputada entre 5 de junho e 5 de julho de 2020.

A decisão de espalhar o torneio por várias nações foi uma forma encontrada pela Uefa de reduzir os custos com a organização e de agradar confederações menores, que não teriam condições de sediar o torneio sozinhas.

Além de Roma e Londres, a próxima Eurocopa acontecerá em Amsterdã (Holanda), Baku (Azerbaijão), Bruxelas (Bélgica), Bilbao (Espanha), Bucareste (Romênia), Budapeste (Hungria), Copenhague (Dinamarca), Dublin (Irlanda), Glasgow (Escócia), Munique (Alemanha) e São Petersburgo (Rússia). (ANSA)