Começará neste domingo (13) no Palácio dos Esportes, em Roma, na Itália, a segunda edição da “Copa do Mundo dos Sonhos”, evento esportivo que reúne jogadores portadores de doenças mentais

O torneio terá duração de quatro dias e contará com mais de 150 pacientes psiquiátricos de 10 nações. As seleções participantes foram divididas em dois grupos de cinco, tendo a Itália na chave A, ao lado de Chile, Hungria, Peru e Ucrânia.

Já as seleções que compõem o outro grupo são: Japão, Argentina, Espanha, Senegal e França.

Mais de 170 pessoas fizeram testes para atuar na seleção italiana, no entanto, apenas 16 foram selecionadas para o torneio. Entre os convocados estão Antonio Barba, Enrico Manzini, Silvio Tolu e Osamuyimen Imarhiagbe.

“O exercício realizado de maneira bastante intensa, como é o caso do treinamento esportivo dos meninos da seleção italiana, estimula a transmissão de neurotransmissores como a serotonina e, consequentemente, o bom humor”, revelou o psiquiatra Santo Rullo, presidente do Comitê internacional do futebol para a saúde mental (IFCMH).

A primeira edição da competição foi disputada no Japão, e a seleção italiana terminou a Copa do Mundo na terceira colocação. (Agência ANSA)