A partir de 2019, faturas e recibos devem ser digitais

A Itália planeja acabar com os recibos fiscais em papel. A iniciativa prevê a adoção de recibos eletrônicos a partir de 2019. Se passar a vigorar, a medida será implementada de forma gradual.

O recibo eletrônico passará a ser obrigatório para empreendimentos e contribuintes com movimentações comerciais acima de 400 mil euros por ano. Para todas as transações valerá a partir de 2020.

Além dos recibos, o governo italiano também alterará as faturas, que passarão a ser totalmente digitais em 1 de janeiro. As medidas têm sido chamadas de “paz fiscal” pelo governo italiano e integram a lei orçamentária que está sendo escrita por Roma, com previsões para o déficit do Produto Interno Bruto (PIB) nos próximos três anos.