A partida relembrou casos de feminicídio

Nesta quinta-feira (23) em Roma foi realizada uma partida de futebol em homenagem a todas as mulheres vítimas de feminicídio.

Segundo a Ansa,  a italiana Sara Di Pietrantonio foi uma das mulheres citadas.

Sara faleceu com 22 anos, em 2016. O criminoso foi seu ex-namorado que não aceitou o término do relacionamento. Hoje em dia ele está preso, com a pena de prisão perpétua.

De acordo com a Ansa, o jogo contou com diversas participações de artistas e ex-jogadores.

Francesco Totti foi quem deu o passe inicial da partida.

 

“A esperança é que as coisas mudem e nunca mais aconteça episódios como aqueles que envolveram Sara. O meu apelo é tentar mudar a mentalidade das pessoas que são protagonistas da violência contra as mulheres”, afirmou Totti.

A partida solidária aconteceu na escola de futebol do ex-jogador e atualmente dirigente da Roma, Totti, o Centro Esportivo Longarina.