Famosa pelo prosecco, o café da uva também é da região do Vêneto

A região do Vêneto é a principal área de produção do prosecco italiano e agora também é a região que produziu, pela primeira vez, o café a partir do bagaço de uvas.

Segundo a Ansa, a ideia é de Francesco Donati, produtor de café artesanal, dono de uma pequena produtora que conseguiu o novo café através da sobra de uma uva amssada e presionada.

Conhecida por ser a principal área de produção do prosecco italiano, a região do Vêneto produziu o primeiro café feito com “bagaço” de uvas.

“Depois de anos de pesquisa, com a ajuda de especialistas do setor, finalmente conseguimos alcançar o equilíbrio ideal e criamos o primeiro café absoluto ligado à terra”, explicou Donati.

“Um milagre que confirma como o Vêneto é sempre a vanguarda mundial para a criatividade e genialidade. Com os vinhedos, é possível produzir o café. Será um café feito por Liolá junto com o bagaço da uva, e que ainda terá o nome da própria adega”, disse o produtor.

Para ele, “o mercado do café está mudando. Hoje, o consumidor é experiente e, portanto, exigente e quer decidir o que comer. No final da refeição do cliente, a pergunta certa é: quer café?Isso significa que o restaurante está preparado para ter um menu de café com uva. O único no mundo”.