Português, em entrevista, tinha desafiado o argentino a arriscar e mudar-se para Itália

“Gostaria que ele viesse para a Itália, um dia. Que, como eu, aceite o desafio.” Foi com esta frase que, no início de dezembro, Cristiano Ronaldo chamou Messi para o campeonato italiano, de forma a retomarem a rivalidade saudável que tiveram até à época passada, com o português no Real Madrid e o argentino no Barcelona.

Bastaram umas semanas para que Messi respondesse. O jogador do Barça concedeu uma entrevista ao jornal “Marca” e não fugiu ao tema: “Não necessito me mudar. Estou na melhor equipe do mundo. Os meus desafios renovam-se a cada ano. Não preciso mudar de equipe ou de campeonato para ter novos objetivos. Estou na minha casa, no melhor clube do mundo e não tenho necessidade de mudar.”

Messi falou ainda da ausência de CR7 do Real Madrid e do impacto que a saída do português provocou no clube. “Sempre disse que o Real era um grande clube, com grandes jogadores, mas que qualquer clube sentiria a falta de Cristiano Ronaldo. Ele marca muitos golos e faz muitas outras coisas em campo. Não me surpreende que sintam a falta dele, mas isso não muda que o Real Madrid seja uma das melhores equipes do mundo com grandes jogadores.”

Sobre a rivalidade direta com o português, Messi só tem coisas boas a dizer. “Estas épocas que vivemos juntos na mesma liga, com cada um a querer ganhar com a sua equipe, foi muito linda. Ele foi um grande jogador para o campeonato espanhol e esses duelos foram muito bonitos. Era uma rivalidade muito saudável em que os dois queríamos superar-nos dia após dia, para darmos o melhor à nossa equipe. E penso que foi muito bom para os espectadores”, rematou.

(O Jogo)