As unidades ficarão em cidades como Roma, Milão, Veneza e Turim

(ANSA) – A Itália ganhará 10 estruturas hoteleiras voltadas para estudantes, de acordo com o CEO e fundador da rede “The Student Hotel” (TSH), Charlie MacGregor.

“Serão 10 estruturas na Itália dentro dos próximos cinco anos, a partir de um investimento entre 6 milhões e 700 milhões de euros”, disse MacGregore.

O conceito do TSH é oferecer serviços inovadores de hospedagem para estudantes na Europa. O objetivo é que universitários, viajantes e profissionais compartilhem não somente o mesmo ambiente físico, mas também suas ideias e projetos.

MacGregore prevê a abertura de hotéis para estudantes em Bolonha, Turim, Milão, Veneza, Nápoles, dois em Roma e outro em Florença, que já conta com uma unidade do tipo, o “Firenze Lavagnini”.

Recentemente inaugurado, o TSH Lavagnini nasceu a partir da reestruturação de uma casa histórica, conhecida como o “Palácio dos Sonhos”, ao custo de 50 milhões de euros. Sua arquitetura clássica foi preservada, mas o edifício conta também com detalhes modernos.