Decisão teria partido do ministro da Justiça da Itália

Um novo pedido de extradição do italiano Cesare Battisti do governo da Itália estaria preparado para ser encaminhado ao Brasil na próxima segunda-feira (29). A decisão teria partido do ministro da Justiça da Itália, Alfonso Bonafede.

Battisti foi condenado no país europeu à prisão perpétua por envolvimento em quatro assassinatos e em atos terroristas.  A Itália tenta novamente obter sua extradição, mas durante o governo do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Battisti recebeu asilo político.

O ministro do Interior e vice-premier da Itália, Matteo Salvini, reafirmou seu apoio ao candidato do PSL à presidência do Brasil, Jair Bolsonaro, justamente porque uma de suas promessas de campanha é a extradição do italiano.