A tetracampeã Itália começa nesta sexta (10) sua batalha para tentar, na repescagem, uma vaga para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Para isso, a “Azzurra” precisará passar pela Suécia, e o primeiro duelo entre as seleções ocorre nesta tarde, na Friends Arena, em Estocolmo.

A repescagem será decidida em dois jogos, a partida da volta entre italianos e suecos será realizada na próxima segunda-feira (13), no estádio Giuseppe Meazza, em Milão.

Em amistoso, a seleção brasileira entrou em campo hoje para enfrentar o Japão, no estádio Pierre-Mauroy, na França e levou a melhor vencendo a partida por 3×1.

Itália

O técnico da Itália, Giampiero Ventura, teve dor de cabeça para conseguir montar os prováveis 11 titulares que vão começar a partida diante da Suécia. As lesões de Simone Zaza, Stephan El-Shaarawy, Danilo D’Ambrosio e Leonardo Spinazzola atrapalharam a preparação da Azzurra.

Essas baixas forçaram Ventura a mudar seu esquema tático, saindo do 4-3-3 para o tradicional 3-5-2, que fez sucesso com a Juventus nas últimas edições da Série A.

Com as mudanças, o zagueiro Andrea Barzagli pode voltar entre os 11 titulares para formar, ao lado de Leonardo Bonucci e Giorgio Chiellini, o tridente defensivo. Já no ataque, sem Zaza, que vive boa fase no Valencia, Ventura deverá apostar em Andrea Belotti e Ciro Immobile. O cartão amarelo é outro problema que a seleção italiana irá encarar diante da Suécia. Immobile, Chiellini, Marco Verratti e Marco Parolo estão pendurados, ou seja, se levarem um cartão durante a partida contra os suecos, ficarão de fora do segundo e decisivo jogo.

Provável escalação da Itália: Buffon; Barzagli (Rugani), Chiellini, Bonucci; Candreva, Parolo, De Rossi, Verratti; Immobile, Belotti. Técnico: Giampiero Ventura.

Suécia

Treinada por Janne Andersson, a Suécia não conta com o craque Zlatan Ibrahimovic, e aposta a sua classificação na habilidade do jovem Emil Forsberg e no faro apurado de gols de seus atacantes Marcus Berg e Ola Toivonen.

A única baixa da Suécia para o jogo é o experiente zagueiro Mikael Lustig, suspenso pelo terceiro cartão amarelo que levou na derrota da seleção sueca contra a Holanda. O técnico Andersson ainda conta com a volta do meia Albin Ekdal, recuperado de lesão.

Os suecos poderão tirar vantagem diante dos italianos, já que a seleção da Suécia tem em seu elenco diversos jogadores que atuam ou tiveram passagens pelo futebol península. Os defensores Emil Krafth e Filip Helander atuam no Bologna, e o meia Marcus Rohdén defende o Crotone. Já Pontus Jansson, Ekdal e Andreas Granqvist já jogaram no “calcio”.

Provável escalação da Suécia: Olsen; Krafth, Lindelof, Granqvist, Augustinsson; Claesson, Larsson, Ekdal, Forsberg; Berg, Toivonen. Técnico: Janne Andersson.

Outros jogos

Nos primeiros dois jogos da repescagem europeia para a Copa do Mundo, a Irlanda do Norte perdeu em casa por 1 a 0 para a Suíça. Já a Grécia foi goleada pela Croácia por 4 a 1.