País ganhou 201,6 mil “novos” italianos em 2016

A Itália é o país da União Europeia que mais concede cidadania a estrangeiros. De acordo com o Gabinete de Estatística do bloco, o Eurostat, 201.591 pessoas ganharam o direito de serem ‘italianas’ em 2016.

Na sequência, Espanha (150.944) e Reino Unido (149.372). Na Itália, a concessão de cidadania beneficiou especialmente albaneses (18,3%), marroquinos (17,5%) e romenos (6,4%).

Em 2016, 201.591 pessoas ganharam a cidadania italiana | Foto: ANSA

Em 2016, 201.591 pessoas ganharam a cidadania italiana | Foto: ANSA

Em 2016, o país registrou um aumento de 13% no número de cidadanias reconhecidas.

No mesmo ano, 995 mil pessoas adquiriram cidadania em um dos 28 Estados-membros da União Europeia. Sendo que apenas 12% desse total é proveniente de países comunitários, como Romênia (29,7 mil) e Polônia (19,8 mil). Em 2015, o bloco havia registrado 841 mil “novos” cidadãos”.

(com informações da Ansa)