Conquista foi a primeira da Azzurra na modalidade. Única medalha conquistada até então era um bronze, em 1971

A Itália derrotou os favoritos Estados Unidos e conquistou o Campeonato Mundial de Boliche, em Hong Kong, na China. A Azzurra faturou o título depois de ter vencido os norte-americanos nos dois primeiros confrontos, por 189 a 169 e 210 a 166.

Antes de chegar na grande final, os italianos tiveram que derrotar a tradicional equipe do Canadá na semifinal. Enquanto que os Estados Unidos venceram a Singapura.

“Campeões mundiais! Orgulhoso do histórico Campeonato Mundial conquistado pela equipe nacional italiana de boliche em Hong Kong contra os Estados Unidos. Parabéns à federação liderada por Stefano Rossi e à fantástica equipe do técnico [Massimo] Brandolini. Obrigado, pessoal”, comemorou Giovanni Malagò, presidente do Comitê Olímpico Nacional Italiano (Coni).

“É um sonho que se torna realidade. Nós trabalhamos duro e hoje estávamos calmos, a pista era muito estreita, mas com sangue frio conseguimos um resultado que significa muito para nosso país”, disse Antonio Fiorentino, um dos campeões mundiais pela Itália.

A seleção azzurra é comandada pelo técnico Massimo Brandolini e conta com os jogadores Pierpaolo De Filippi, Antonino Fiorentino, Marco Parapini, Nicola Pongolini, Marco Reviglio e Erik Davolio. O torneio será disputado novamente em 2019, na cidade de Las Vegas, nos Estados Unidos.

A seleção norte-americana é a maior campeã mundial no boliche masculino, com 32 medalhes de ouro, 13 a mais que as 19 da Suécia, segunda colocada no ranking. O Canadá, derrotado pela Azzurra nas semifinais, tem cinco títulos.