Manobra econômica recebeu críticas da União Europeia

O governo italiano acordou na noite desta segunda-feira (15) o projeto de orçamento para o próximo ano, confirmando os objetivos em matéria de déficit e gasto público, anunciou à imprensa o presidente do conselho italiano, Giuseppe Conte.

Este projeto, que prevê especialmente um déficit público de 2,4% do Produto Interno Bruto (PIB), será entregue à Comissão Europeia antes da meia-noite desta segunda, prazo final estabelecido pelas normais europeias, acrescentou Conte.

As autoridades europeias se mostraram críticas a respeito dos objetivos do governo populista italiano, publicados no começo deste mês.

O projeto do governo italiano não “é bom para o povo”, tinha declarado o comissário europeu de assuntos econômicos, Pierre Moscovici.

O projeto aprovado nesta segunda-feira no conselho de ministros contém as medidas econômicas de recuperação defendidas pelo governo italiano.

Entre elas figura uma entrada de cidadania para ajudar camadas com menos recursos, que será aplicada a partir do começo de 2019, e uma melhoria das condições de aposentadoria.

(AFP)