O governo da Itália começará a fazer neste sábado (27) os primeiros pagamentos da “renda de inclusão social” (ReI), uma espécie de “Bolsa Família”, informou nessa última sexta-feira (26) o Instituto Nacional de Previdência Social (INPS)

Em um breve relatório, a entidade ainda informou que, entre os dias 1º de dezembro de 2017 e 2 de janeiro de 2018, 75.885 solicitaram o benefício. No entanto, a entidade não incluiu os dados de quantos serão beneficiados, de fato, nessa primeira rodada.

A iniciativa prevê o pagamento de até 485,4 euros por mês para cada família que comprovar ter uma renda mensal dentro do teto do programa. A previsão do governo é atender até 490 mil núcleos familiares, o que totaliza cerca de 1,8 milhão de pessoas, o equivalente a 3% da população nacional.

A medida foi anunciada como uma forma de combater a pobreza extrema na Itália, que tem registrado alta nos últimos anos.

Como contrapartida, os beneficiários do programa precisam participar de ações que vão desde o ensino escolar até a preparação para uma profissão e que são ofertadas pelo governo para sair da situação de pobreza. (ANSA)