A cidade de Palermo, no sul da Itália, irá celebrar nesta quarta-feira (21) o Dia da memória das vítimas da máfia. A data deverá reunir centenas de pessoas para homenagear os mortos pelas mãos do crime organizado italiano

Cerca de 400 estudantes deverão se encontrar no cinema Lux, na via di Blasi Francesco Paolo. No local, será transmitido o documentário da ANSA “O Legado de Falcone e Borsellino”, que mostra a vida de ambos os juízes, assassinados pela máfia Cosa Nostra em julho de 1992.

Entre as outras homenagens que vão ser realizadas em Palermo, está a leitura dos nomes de 980 vítimas da máfia italiana a ser realizada no centro da cidade.

Já em San Giuseppe Jato, no sul do península, uma procissão começará pela cidade a partir da placa dedicada ao pequeno Giuseppe Di Matteo, morto e dissolvido em ácido.

Em Corleone, cidade que é berço da máfia italiana e local de descanso eterno de diversos mafiosos da Cosa Nostra, será realizado uma reunião pública, que contará com as participações dos familiares do sindicalista Placido Rizzotto, morto em 1948, e do juiz Ugo Triolo, morto em 1978. (ANSA)