O ministro do Interior da Alemanha, Horst Seehofer, disse nesta quinta-feira (13) ter chegado a um acordo com a Itália sobre os movimentos secundários de solicitantes de refúgio entre os dois países

Em pronunciamento no Parlamento, Seehofer afirmou que falta apenas sua assinatura e a de “dois colegas italianos”, sendo um deles provavelmente o também ministro do Interior Matteo Salvini.

Seehofer, no entanto, não deu detalhes do pacto. Berlim tentava chegar a um acordo para repatriar solicitantes de refúgio que se registram na Itália, mas se deslocam para a Alemanha. Roma, por sua vez, só aceitava negociar se a migração no Mediterrâneo fosse controlada.

O governo alemão já possui tratados sobre movimentos secundários com Espanha e Grécia. Desde o início de 2018, 20 mil deslocados internacionais entraram na Itália pelo Mediterrâneo, queda de 80% em relação ao mesmo período do ano passado.

(Agência ANSA)