Estatal ferroviária pode entrar no capital da companhia aérea

O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, disse que o governo estuda um projeto para reestatizar a Alitalia, através da empresa pública Ferrovie dello Stato, que gerencia o transporte ferroviário no país.

Conte afirmou, durante uma visita a Adis Abeba, na Etiópia, que o dossiê está nas mãos do ministro do Trabalho e do Desenvolvimento Econômico Luigi Di Maio (M5S), também vice-premier italiano.

“Devemos fornecer soluções e criar sinergias com a Ferrovie dello Stato, porque o transporte aéreo e o ferroviário não podem estar separados. Estamos analisando uma newco [uma nova companhia resultante da fusão] e esperamos realizá-la em breve”, explicou.

Caso seja confirmado, o projeto representaria uma reviravolta na situação da Alitalia, que está sob intervenção do governo italiano desde maio passado, quando ficou à beira da falência devido a uma grave crise de liquidez.

O plano da gestão anterior, do então primeiro-ministro Paolo Gentiloni, era recuperar a companhia aérea e vendê-la, mas o processo foi paralisado após a troca de governo.

Os comissários extraordinários que administram a empresa atualmente têm até 31 de outubro para concluir uma eventual venda e até 15 de dezembro para restituir um empréstimo-ponte de 900 milhões de euros feito pelo governo italiano.