Dirigente da Lega Pro é quase unanimidade

O presidente da Lega Pro, a terceira divisão do futebol italiano, Gabriele Gravina, foi confirmado como único candidato na disputa pela presidência da Federação Italiana de Futebol (Figc). Até o término do prazo, domingo (7), nenhuma outra candidatura foi oficializada. Desse modo, sem nenhum concorrente, a candidatura de Gravina recebeu o apoio da Lega Serie A, da primeira divisão.

Antes, Gravina já contava com o apoio da Lega Pro, da Liga Nacional dos Amadores, da Associação Italiana dos Treinadores de Futebol e da Associação Italiana de Árbitros. Todavia, o sindicato dos jogadores decidiu não dar seu voto à candidatura de Gravina.

A nova votação para eleger o comandante da entidade que rege o futebol italiano está marcada para o dia 22 de outubro.