O fundo de investimentos americano Elliott anunciou nesta quarta-feira (11) que assumiu o controle do Milan, no qual pretende investir 50 milhões de euros para estabilizar as finanças do clube de futebol italiano

O fundo Elliott assume o controle do AC Milan depois que investidor chinês Li Yonghong não pagou pelo empréstimo de 32 milhões de euros, destinado à compra do clube, que venceu no dia 6 de julho.

“Começa um novo capítulo para o Milan”, afirma o comunicado do fundo Elliott.

“A visão de Elliott para o AC Milan é simples: criar estabilidade financeira e estabelecer uma direção sólida”, afirma a nota.

O fundo afirmou ainda que pretende desenvolver um “modelo operacional duradouro que respeite as regras de fair play financeiro da Uefa”.

O Milan, que pertenceu durante muitos anos ao bilionário e ex-primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi, foi comprado oficialmente em 13 de abril de 2017 por um grupo de investidores chineses liderados pelo misterioso Li Yonghong, que pagou 740 milhões de euros.

(AFP)