O diretor artístico do 69º Festival de Sanremo, um dos principais eventos musicais do mundo, será, pela segunda vez consecutiva, o cantor, compositor e músico italiano Claudio Baglioni

“Estou muito contente pelo êxito positivo nas negociações artísticas do próximo Festival da Música Italiana em Sanremo”, disse Mario Orfeo, diretor geral da “RAI”, que organiza o evento.

“É uma grande honra e um motivo de muito orgulho para a RAI conseguir convencer um grande músico e compositor como Baglioni, que nos concederá um ‘bis’”, acrescentou.

O diretor artístico disse que aprimorará “alguns aspectos técnicos, como a subdivisão das provas e os áudios dos bastidores”, mas que o festival “não será tão afetado”. “Ele existia antes de mim e continuará existindo mesmo depois de mim”, afirmou.

Alguns nomes de “frontman” e “frontwoman” já são especulados, como a atriz Paola Cortellesi e a cantora Laura Pausini. Os números da última edição, que ocorreu entre 6 e 10 de fevereiro de 2018, entraram para a história: a média de audiência foi 52% superior à dos 13 anos anteriores, com 10,9 milhões de telespectadores.

(Agência ANSA)