Ansa

Ponte de Rialto, Veneza

A cidade de Veneza, na Itália, novamente sofreu com uma falsa ameaça de bomba nesta segunda-feira (9). Uma mochila preta foi abandonada ao lado da estátua que retrata o dramaturgo Carlo Goldoni, e uma praça nas proximidades da Ponte de Rialto. Toda a área foi evacuada pelas autoridades.

Outros incidentes

Ainda nesta manhã, mais de 250 pessoas foram evacuadas de uma escola na cidade de Cassano Magnago, no norte do país.

De acordo com a imprensa local, o incidente foi provocado por uma ligação anônima, que denunciou a presença de um explosivo na escola. Os carabineiros da cidade vizinha de Busto Arsizio retiraram todas as crianças e profissionais da instituição e fizeram uma busca pelo local. Nenhuma bomba foi encontrada. A polícia investiga o responsável pela ligação anônima.

No último sábado (7), outro falso alarme de bomba fez um dos pontos mais movimentados de Veneza, a Praça San Marco, ser completamente evacuada.  Segundo o site “Venezia Today”, o incidente foi provocado por um recipiente térmico abandonado, confundido com um possível artefato explosivo rudimentar.

O Corpo de Bombeiros interditou a praça até a chegada do esquadrão antibombas, que detonou o objeto. A Praça San Marco fica no centro histórico de Veneza e é o principal ponto de convergência de turistas na cidade.