Uma explosão em um centro de distribuição de gás na Áustria deixou várias pessoas feridas e ao menos um morto nesta terça-feira (12). A explosão prejudicou também o fornecimento para a Itália, que precisou declarar estado de emergência. O gás vindo da Rússia passava pelo centro de distribuição da Áustria até chegar à Itália.

Com a explosão e o incêndio ocorridos hoje, na central de Baumgarten an der March, no leste do país, perto de Viena e da fronteira com Hungria e Eslováquia, o fornecimento de gás à Itália foi temporariamente interrompido. A imprensa local fala que uma pessoa morreu no acidente e o número de feridos pode ir de 18 a 60.

As causas da explosão ainda não foram informadas, mas os jornais austríacos têm considerado o acidente como o maior vazamento de gás ocorrido na história recente do país.O local é o principal centro de distribuição de gás proveniente da Rússia e da Noruega na Áustria.

“A explosão ocorreu às 8h45 locais e foi seguida de um incêndio. A situação agora está sob controle”, informou a polícia austríaca pelo Twitter.

Em declaração sobre o assunto, o ministro do Desenvolvimento Econômico da Itália, Carlo Calenda, falou sobre a necessidade de diversificar o fornecimento de gás do país. “Hoje houve um incidente em um ponto da transmissão de gás na Áustria que causou sérios problemas no fornecimento, principalmente no gás vindo da Rússia. Se tivéssemos o TAP, não precisaríamos ter declarado emergência”, disse o ministro referindo-se ao gasoduto que ligaria o país ao Azerbaijão. “Serve para diversificar o fornecimento de gás”, completou.

Apesar da crise, especialistas do setor garantem que o fornecimento de gás voltará ao normal graças aos estoques feitos na Itália.