O corpo foi encontrado dentro de um porta-malas, duas pessoas foram presas pelo assassinato

O ex-jogador La Rosa, de 35 anos, foi encontrado nesta quinta-feira (14) após ter dado como desaparecido há um mês.

La Rosa foi encontrado em um porta-malas em Milão.

Raffaele Rullo e a mãe, Antonietta Biancaniello foram presos pela polícia italiana.

Os dois confessaram o assassinato e disseram que mataram o ex-jogador por não quererem pagar um empréstimo feito por ele.

Mãe e filho confirmaram que tentaram dissolver o cadáver com ácido para ocultar o corpo, mas não conseguiram.

Segundo a Ansa, os criminosos foram presos na rodovia Milão-Meda. Eles estavam tentando largar o corpo em uma área afastada.

Os dois irão responder por ocultação de cadáver e assassinato.

O ex-jogador La Rosa

La Rosa jogou por times inferiores do futebol italiano e assumiu após se aposentar dos campos, o cargo de diretor do Brugherio, clube de Monza.

Ela havia sido visto pela última vez no dia 14 de novembro, na apresentação do novo técnico do clube.

O italiano havia comunicado aos funcionários que iria encontrar um amigo em Milão, antes do desaparecimento.