Pintor italiano foi vítima de uma infecção bacteriana

Um estudo feito por pesquisadores franceses revelou que o pintor italiano Michelangelo Merisi (1571-1610), conhecido mundialmente como Caravaggio, morreu de infecção bacteriana. O que deu fim a um mistério que durava mais de quatro séculos.

A pesquisa foi providenciada pelo Instituto Hospital Universitário (IHU) Méditerranée Infection, de Marselha, na França e analisou a polpa dos dentes do pintor, região rica em vasos sanguíneos. Após a combinação de três métodos, os cientistas identificaram a bactéria Staphylococcus aureus.

Os resultados do estudo serão publicados nas próximas semanas pela revista científica “The Lancet”.