A Itália segue em dificuldades sob o comando de Roberto Mancini e somou mais um tropeço ao empatar com a Ucrânia, na quarta-feira (10), por 1 a 1, em Gênova, numa noite de homenagem às 43 vítimas do desastre da Ponte Morandi, no dia 14 de agosto

O amistoso foi paralisado aos 43 minutos do segundo tempo para um momento de aplausos das duas equipes e da torcida presente no Luigi Ferraris. A renda será destinada à família das vítimas.

Com a bola rolando, gols apenas no segundo tempo. A Azzurra encontrou dificuldades para criar chances, mas abriu o placar com Bernardeschi, da Juventus, aos 10 minutos, com grande contribuição do goleiro Pyatov. Malinovskiy deixou tudo igual sete minutos depois em cobrança de escanteio. O brasileiro naturalizado ucraniano Marlos jogou na etapa inicial e saiu no intervalo.

Este foi o sétimo jogo da Itália sob o comando de Roberto Mancini. Depois de vencer a Arábia Saudita na estreia, a seleção perdeu para França e Portugal, e empatou com Holanda, Polônia e Ucrânia. No domingo, ela volta a campo para enfrentar a Polônia, fora de casa, pela Liga das Nações. Os ucranianos vão receber a República Tcheca pelo mesmo torneio.

(Globo Esporte)