Comunità Italiana

Economia italiana volta a dar sinais de desaceleração

 

Agência de risco reduziu previsão de crescimento no país

(ANSA) – A economia da Itália voltou a apresentar sinais de “desaceleração”, segundo um relatório mensal divulgado nesta sexta-feira (6) pelo Instituto Nacional de Estatística (Istat).

De acordo com a entidade, o país segue em uma fase de “fragilidade da atividade manufatureira, acompanhada de queda nas exportações”, consolidando um “cenário de contenção nos ritmos de crescimento”.

Por outro lado, o Istat ressalta que o mercado de trabalho está se “reforçando”. Também nesta sexta, a agência de classificação de risco “Standard & Poor’s” rebaixou de 1,5% para 1,3% a previsão de crescimento da economia italiana em 2018.

“A incerteza sobre as políticas e o comércio levará provavelmente a um crescimento mais lento dos investimentos”, diz a S&P, que aponta dúvidas sobre a “vontade do governo” de adotar medidas de ajuste fiscal.

O programa de governo da Liga e do Movimento 5 Estrelas (M5S) prevê generosas desonerações tributárias e aumento dos gastos sociais, em um país com dívida de mais de 130% do Produto Interno Bruto (PIB).