A Promotoria de Roma, na Itália, abriu uma investigação nesta segunda-feira (7) para analisar um ataque realizado por dois homens de um clã mafioso contra um romeno e uma jovem com deficiência, informou o jornal “La Repubblica”

Os protagonistas do ataque foram Antonio Casamonica e seu primo, Alfredo Di Silvio, e a ação deles foi gravada por uma câmera de segurança. Segundo as autoridades, os criminosos exigiram atendimento prioritário, antes dos outros clientes, no entanto, um jovem romeno contestou o pedido e foi agredido com chutes e socos. Uma mulher deficiente tentou apartar a briga, mas também foi alvo da agressão.

Poucos minutos depois de saírem do estabelecimento, Casamonica e Di Silvio voltaram ao local para agredir o atendente e quebrar o bar.

A prefeita de Roma, Virginia Raggi, afirmou que a ação é uma “agressão inaceitável” e pediu para que a máfia fosse removida da “cidade eterna”. (Agência ANSA)