O corpo do cineasta Bernardo Bertolucci é velado nesta terça-feira (27), na Protomoteca Hall, em Roma, na Itália

O diretor italiano morreu na segunda-feira (26), aos 77 anos. De acordo com a imprensa italiana, ele estava em casa, em Roma, mas a causa da morte não foi revelada. O jornal “Corriere Della Sera” cita “uma longa doença”.

Segundo a imprensa internacional, amigos, familiares e colaboradores prestam homenagem ao diretor nesta terça-feira. O caixão, que permanece aberto, está rodeado de coroas de flores enviadas por amigos e, também, pelo prefeito de Roma.

Bertolucci ficou conhecido por filmes como o polêmico “Último tango em Paris” (1972), o premiado “O último imperador” (1987) e “Os sonhadores” (2003).

Além de filmes de ficção, Bertolucci dirigiu documentários. Iniciou a carreira artística como poeta e também se destacou como roteirista. Assinou, por exemplo, “Era uma vez no oeste” (1968), de Sergio Leone.

Ele era casado desde 1978 com Clare Peploe.

(G1)