Punida com dois jogos de portões fechados por conta das ofensas racistas que parte da sua torcida proferiu a Koulibaly três semanas atrás, a Inter de Milão recebeu o aval da federação italiana e vai levar mais de 10 mil crianças ao San Siro no duelo do próximo sábado (19), contra o Sassuolo, pelo Campeonato Italiano

Essa seria a segunda partida da punição – a primeira foi no último domingo, na goleada por 6 a 2 sobre o Benevento, pela Copa da Itália. No entanto, o clube sugeriu que crianças atendidas por projetos sociais tivessem o direito de assistir à partida, e a federação acatou.

Também serão convidadas para o jogo jovens torcedores das escolinhas da Inter de Milão e de dois colégios de Milão. De acordo com um comunicado do clube, o objetivo da ação é “demonstrar o comprometimento no combate a todas as formas de discriminação e violência”.

A Inter de Milão é a terceira colocada na tabela do Campeonato Italiano, com 39 pontos – está a cinco de distância do Napoli e a 14 da líder Juventus. O duelo contra o Sassuolo acontece neste sábado, às 17h30 (de Brasília).

(GE)