Time de Luciano Spalletti tem dificuldade, mas conquista segunda vitória seguida no Italiano

(GE) – Não é à toa que a Fiorentina estava em terceiro lugar no Campeonato Italiano – ênfase para o “estava”. A equipe deu um trabalho danado para a Inter de Milão na tarde desta terça-feira. Jogando em casa, o time de Luciano Spalletti demonstrou dificuldades, mas chegou à vitória por 2 a 1 graças ao auxílio do árbitro de vídeo ao marcar um pênalti (convertido por Icardi) e um gol chorado de D’Ambrosio no segundo tempo – Chiesa descontou para os visitantes.

Para se ter ideia, a Inter só abriu o placar do jogo praticamente no último lance do primeiro tempo. O brasileiro Vitor Hugo tocou com a mão na bola dentro da área, e o árbitro, que não viu o lance, precisou ser avisado pelo VAR. O pênalti corretamente marcado foi convertido com categoria por Icardi, no cantino.

Logo aos oito da segunda etapa, no entanto, a Fiorentina empatou. Vitor Hugo entregou na entrada da área para Chiesa, que ajeitou e bateu forte para o gol. A bola desviou no meio do caminho e matou o goleiro Handanovic. A Inter, que não fez lá um grande jogo, arrancou a vitória aos 33: Icardi fez o pivô e rolou boa bola para D’Ambrosio, que dominou dentro da área e, meio desequilibrado, finalizou de esquerda. A bola ainda desviou no braço de Lafont e balançou mansamente as redes.

Com a derrota, a Fiorentina caiu de terceiro para o quinto lugar. Tem os mesmos 10 pontos que Sassuolo (agora o 3º) e Inter de Milão (novo 4º), mas fica para trás nos critérios de desempate. A Inter, por sua vez, saltou cinco posições – mas ainda pode ser ultrapassada por até o final da rodada.

As duas equipes volta a campo pelo Campeonato Italiano no final de semana. No sábado, às 15h30 (de Brasília), a Inter de Milão recebe o Cagliari em casa. No domingo, às 10h, é a vez da Fiorentina enfrentar a Atalanta no Artemio Franchi.