A junção de dois tipos de proteínas seriam a causa de alguns tipos de câncer

Pesquisadores italianos descobriram a proteína que possivelmente alimenta o que dá vida aos tumores.

O grupo atua na Universidade de Columbia, nos Estados Unidos e fizeram a descoberta na última semana.

O estudo foi publicado na revista Nature, a fusão de duas proteínas  estimulam a produção de energia do tumor.

A “droga” seria formada pelo FGFR 3 e TACC 3, que seria a razão destes tumores aparecerem em humanos.

“Agora sabemos que este gene de fusão é um dos mais comum em todas as formas de câncer”, explicou à ANSA Antonio Iavarone, líder da pesquisa.

Os cientistas ainda afirmaram que essa novidade traz novas portas.

“Novos objetivos terapêuticos para um tratamento mais eficaz do câncer”.

Eles observaram, segunda a Ansa, que essa fusão que alimenta o tumor mais agressivo no cérebro, o glioblastoma.

Também há suspeitas que as mesmas proteínas alimentem tumores no útero, pescoço e em outras partes.

De acordo com a Ansa, os primeiros indícios desta junção surgiu em 2012, quando em 3% dos casos, elas estavam presentes.