Um ano e meio após um acidente envolvendo dois bondes em Trieste, no norte da Itália, os moradores da cidade lançaram uma petição para que os históricos bondinhos voltem a circular na região.

Poucas horas depois da veiculação da petição pelo jornal “Il Piccolo” foram coletadas mais de 1,5 mil assinaturas. É estimado que, em alguns dias, mais de 10 mil pessoas assinem em favor da volta dos bondes.

Motivo da não circulação

Os bondes de Opicina estão em Trieste desde 1902 e são um dos principais pontos turísticos da cidade. No entanto, em agosto de 2016, dois bondes colidiram em um acidente que deixou oito feridos.

Desde então, o serviço de circulação dos bondes está parado e estima-se que seriam necessários entre 4 e 5 milhões de euros para que os trens voltem a circular. (ANSA)