Atual campeão e com 13 vitórias consecutivas no circuito – todas no saibro – Alexander Zverev esteve muito próximo de levar o bi do Masters 1000 de Roma nesse último domingo (20)

Porém, do outro lado tinha Rafael Nadal, que além da genialidade no piso de terra batida ainda conta com a sorte nos momentos que precisa. Uma pausa no terceiro set por conta da chuva ajudou o espanhol a se recuperar em momento delicado e vencer a partida por 2 sets a 1, parciais de 6/1, 1/6 e 6/3, em 2h09, para levar o seu oitavo título na capital italiana.

Com a conquista, Rafael Nadal, que tinha parado nas quartas de final na última temporada, soma 820 pontos e voltará a ser o número 1 do mundo nesta segunda-feira, retomando o posto ocupado por Roger Federer. Zverev, que tinha sido campeão em 2017, perde 400 pontos, mas segue na terceira posição da ATP.

 

Alexander Zverev sai de quadra debaixo de chuva (Foto: REUTERS/Tony Gentile)

Alexander Zverev sai de quadra debaixo de chuva (Foto: REUTERS/Tony Gentile)

Os dois tenistas terão uma pausa de pelo menos uma semana até a estreia de ambos na chave principal de Roland Garros, segundo Grand Slam do ano, que começa no próximo domingo, dia 27 de maio. Nadal defende o título e os 2.000 pontos do torneio para seguir como número 1 do ranking, enquanto Zverev apenas pode somar pontos depois da queda na primeira rodada na última temporada.

O jogo

Com um início empolgante, Zverev fez um primeiro impecável, mostrou variação, conseguiu belos pontos e quebrou o saque de Nadal. Mas, parou por aí. O espanhol reagiu, devolveu a quebra na sequência e massacrou o alemão na sequência, pressionando sempre o serviço do adversário e sem dar novas chances com o seu saque. Foram seis games vencidos em sequência para fazer 6/1 no primeiro set.

A história mudou completamente de lado no segundo set. Zverev passou a errar menos, enquanto Nadal multiplicava erros não forçados. A confiança do alemão subiu e ele embalou duas quebras sobre o espanhol, marcando cinco games consecutivos para fazer 5/0. Zverev só precisou controlar as ações no fim para confirmar mais uma vez e empatar com 6/1.

O momento empolgante de Zverev seguiu no início do terceiro set, quando o alemão abriu logo com uma quebra no primeiro game e fez 2/0, confirmando seu saque em sequência. O momento era muito favorável até que a chuva apertou no 3/2 e faz a partida ser interrompida por cerca de 50 minutos. A pausa favoreceu Nadal, que voltou mais agressivo e mais à frente na quadra e conseguiu complicar o saque de Zverev. Logo de cara, o espanhol devolveu a quebra, cresceu no jogo. Sem ceder mais um game sequer a partir de então, com um novo break no oitavo game, Nadal chegou ao 6/3 e celebrou o oitavo título em Roma.

Rafael Nadal vibra muito durante a decisão (Foto: REUTERS/Tony Gentile)

Rafael Nadal vibra muito durante a decisão (Foto: REUTERS/Tony Gentile)

Colombianos conquistam primeiro Masters 1000

Nas duplas, o título ficou com Juan Sebastián Cabal e Robert Farah, que venceram de virada a parceria formada pelo espanhol Pablo Carreño Busta e o português João Sousa por 2 sets a 1, parciais de 3/6, 6/4 e 10-4. Foi a primeira conquista em nível Masters 1000 dos colombianos, o maior título da história do país no tênis.

Juan Sebastian Cabal e Robert Farah comemoram o título em Roma (Foto: Dean Mouhtaropoulos/Getty Images)

Juan Sebastian Cabal e Robert Farah comemoram o título em Roma (Foto: Dean Mouhtaropoulos/Getty Images)

(GE)