O próximo amistoso internacional da Chape é contra a Roma, os jogadores serão recebidos pelo Papa Francesco

Na próxima sexta-feira (1), a Chape irá enfrentar a Roma, em mais um dos amistosos internacionais que vem participando. O clube catarinense já enfrentou o Barcelona, Lyon e Urawa Reds.

A Chape e a Roma se aproximaram muito, desde a tragédia em 2016, que resultou na morte de 71 pessoas.

De acordo com a Ansa, o diretor da Chapecoense, afirmou em entrevista a agência que o convite do amistoso veio do clube italiano e que o jogo será uma boa experiência.

“Fomos convidados pela Roma, o que nos orgulha muito. Jogar contra a Roma é histórico para o nosso clube, é uma experiência ímpar para todos os nossos profissionais”, disse.

Mesmo não sendo um disputa verdadeira, o jogo promete arquibancadas lotadas, até Totti, atual dirigente da Roma, fez um vídeo chamando os torcedores para a partida, que será no Parque Olímpico.

Para Rui Costa, o jogo será cheio de emoções, já que tem por objetivo homenagear as vítimas da tragédia.

“É um jogo cheio de simbolismos e que, evidentemente, nos remete a um cenário de solidariedade por conta da tragédia que tivemos que enfrentar. Mas há um ganho desportivo e institucional que também deve ser considerado”, concluiu.

Nenhum dos amistosos deu vitória para a Chape, que segue dividindo seu tempo com o Campeonato Brasileiro.

Barcelona fez 5 a 0 em campo, a Lyon de virada ganhou o jogo por 2 a 1. Pela Copa Suruga, a Chape perdeu para o Urawa Reds por 1 a 0.

Visita ao Papa

Em 2016, logo após o acidente que atingiu todo o clube, o Papa emitiu uma carta a Chape, em apoio.

No dia 3 de dezembro de 2016, durante o velório coletivo realizado na Arena Condá, em Chapecó, o Papa também enviou uma carta emocionante.

De acordo com a Ansa, agora além do amistoso, os jogadores terão uma reunião especial com o Papa, no Vaticano.