Clubes marcados por acidentes aéreos se enfrentarão nesta quarta-feira (01)

A equipe da Chapecoense desembarcou nesta terça-feira (31) em Turim, na Itália, para o amistoso contra o Torino amanhã (01). O time italiano também carrega em sua história um trágico acidente aéreo.

O clube brasileiro foi recebido pelo diretor operacional do Toro, Alberto Barile, e levou a Turim dois dos três atletas sobreviventes do desastre de Medellín: Alan Ruschel e Jackson Follmann. A partida está marcada para às 16h30 (horário de Brasília), no estádio Grande Torino.

As histórias das duas equipes estão unidas por duas tragédias ocorridas em grandes momentos de suas trajetórias. Em 4 de maio de 1949, o avião que levava os jogadores do Torino se chocou contra a colina da Basília de Superga, em Turim, resultando na morte de 31 pessoas a bordo.

Em 29 de novembro de 2016, um acidente aéreo com a delegação da Chapecoense tirou as vidas de 71 pessoas perto do aeroporto de Medellín, na Colômbia, incluindo 19 jogadores e o técnico Caio Júnior. Em dezembro do ano passado, o Torino jogou uma partida com uma camisa verde para homenagear a Chape.