Cinco tiros de pistola foram disparados na noite de ontem (15), em Padova, na Itália, contra a casa do jornalista Ario Gervasutti, ex-diretor do “Giornale di Vicenza” (Jornal de Vicenza), que atua agora no escritório central do diário “Gazzettino”

O jornalista Ario Gervasutt teve a casa atacada à tiros na madrugada dessa segunda-feira

Três do cinco projéteis ficaram cravados no quarto do filho do jornalista, mas ninguém se feriu. A casa duplex se localiza na periferia da cidade, em Chiesanuova. Os tiros foram ouvidos um pouco antes das 2h locais.

“É um episódio gravíssimo, que tem que ser condenado sem ‘se’ e sem ‘mas’, além de que essa ameaça contra um jornalista significa um ataque contra opiniões e ideias”, comentou o governador da região do Vêneto, Luca Zaia, que ofereceu sua completa solidariedade a Ario Gervasutti e à família.

“Espero que os responsáveis sejam rapidamente identificados e a justiça seja feita. Esses atos intoleráveis infelizmente nos levaram a anos obscuros da nossa República”, concluiu Zaia.

(Agência ANSA)