Documento foi escrito em 1613 e possui sete páginas

Uma reportagem da revista norte-americana “Nature” afirmou, nesta sexta-feira (21), que foi a carta que incriminou o astrônomo italiano Galileu Galilei por heresia foi encontrada.

De acordo com a matéria, o documento foi encontrado em uma biblioteca da Rayol Society, pelo historiador da ciência italiano Salvatore Ricciardo, da Universidade de Bergamo. Galileu foi condenado pelo Tribunal do Santo Ofício, em 1633, e morreu 14 anos mais tarde, em Florença.