“Ninguém me disse que eu seria titular”, garantiu nesta segunda-feira (9) o goleiro italiano Gianluigi Buffon, apresentado como novo reforço do Paris Saint-Germain para a próxima temporada

“Sempre fui titular no Parma, na Juve e na seleção italiana, mas ninguém nunca me disse que ‘a priori’ seria titular”, declarou Buffon em coletiva de imprensa.

“Sempre fui um jogador que conquistou a titularidade dentro de campo”, acrescentou o goleiro, que vai lidar com a concorrência do francês Alphonse Areola e do alemão Kevin Trapp, que defendem suas respectivas seleções.

“Estou certo que aos meus 40 anos mantenho excelente forma física e mental. Sei que quando existe a necessidade de conquistar objetivos importantes, é preciso a ajuda de todo mundo. Todos teremos minutos durante a temporada, farei o possível para colocar os demais nas melhores condições. Quero mostrar que sou um grande goleiro e estou certo que o farei”, acrescentou Buffon.

“Vou me tornar um goleiro melhor, porque vou conhecer um novo jeito de trabalhar, uma nova cultura e novas pessoas. Não podia dizer não”, concluiu o italiano.

O PSG agora conta com atletas para a posição (Buffon, Areola, Trapp, Descamps e Cibois). Depois de ser o titular na última temporada, Areola declarou que não quer estar no banco de reservas no início do campeonato francês.

(AFP)