Condenado a 10 anos, o pedófilo se vestia de mulher para atrair as crianças

O brasileiro Elisandro dos Anjos Costa, 40 anos, foi condenado nesta quinta-feira (07) pelo cirme de pedofilia.

A pena de 10 anos veio do tribunal de Bolonha, ao norte da Itália, além disso,  Costa irá pagar uma multa de 120 mil euros.

Segundo a Ansa, a pena foi maior do que a requerida pela Procuradoria, que havia pedido 10 anos e uma sanção três vezes menor, de 40 mil euros.

O criminoso era morador de Reggio Emilia e foi condenado por armazenar pornografia infantil e manter relações sexuais com menores de idade.

Costa foi preso em 2016, após esfaquear a mãe de uma de suas vítimas. O Inquérito ficou conhecido como Inocência Perdida.

Durante a investigação, o governo italiano descobriu que o brasileiro havia levado vários meninos para sua residência e os atraía se vestindo de mulher.

Durante o processo, ele se dizia arrependido e justificava seu crime por se sentir sozinho.

De acordo com a Ansa, não é a primeira prisão de Costa.

Ele já teria sido condenado, anteriormente, a 17 anos de prisão, por tentativa de homicídio.