Adolescente de 17 anos responderá em liberdade

(ANSA) – Um turista brasileiro de 17 anos foi denunciado por ter gravado as iniciais de seu nome em uma parede interna do Coliseu de Roma, nesta segunda-feira (16).

O adolescente foi flagrado por policiais e responderá em liberdade por “dano agravado” ao patrimônio público. Ele tentara gravar suas iniciais no monumento mais visitado da Itália com uma pedra.

A arena era usada para combates de gladiadores e espetáculos públicos, e estima-se que sua capacidade original era de 50 mil a 80 mil pessoas.