Com cerca de 50 mil visitantes por dia, Veneza é um dos destinos turísticos mais frequentados do mundo. Uma de suas principais atrações é o romântico e tranqüilo passeio de gôndola. No entanto, muitos turistas começaram a desistir do tour devido ao preço elevado: 80 euros (R$ 300 no câmbio atual) para dar uma volta pelos canais da cidade.

O advogado e empreendedor Thiago Naves, de 36 anos, percebeu essa tendência enquanto passeava pela Piazza San Marco, no coração de Veneza, durante uma viagem de negócios. Juntamente com sua amiga Ingrid Spichiger, ele então teve a ideia de criar o aplicativo “Go Gondola”, que permite aos turistas compartilharem gôndolas e economizarem com o tour.

“Não temos nenhuma referência na atividade em si, a única coisa que promovemos são os encontros, porque o valor é dividido em até seis pessoas, então isso possibilita que elas economizem”, explicou Thiago em entrevista para a Ansa Brasil.

Disponível nas lojas Google Play e Apple Store, o “Go Gondola” caiu rapidamente no gosto dos turistas e, apesar de estar ainda no começo do projeto, Thiago comemora seu sucesso. “A gente tem um longo caminho para conseguir usuários, a coisa está bem no começo. Mas o pessoal gostou bastante, o feedback foi bem positivo. Vamos ter uma visão mais real de onde chegamos no próximo verão”, disse.

Pensando no futuro

Projetando o futuro, o advogado comentou que está trabalhando em um novo aplicativo, só que voltado para museu. “O ‘Go Gondola’ é o primeiro de uma série de aplicativos que serão feitos. Um que já está sendo programado é um segundo aplicativo com o mesmo objetivo do ‘Go Gondola’, mas para criar encontros para as pessoas irem a museus, e, quem for em grupo, irá pagar um menor valor. Isso ampliará o número de turistas nos bens culturais e promoverá a amizade”, afirmou.

Para usufruir do “Go Gondola” não é complicado. Uma vez que é feito o download do aplicativo, é preciso preencher um cadastro simples. Em seguida, é necessário escolher um horário, uma data e a quantidade de pessoas que desejam fazer o passeio. Quando há uma combinação, os usuários recebem um email com os contatos dos turistas que também participarão do tour. (ANSA)