Explosivo britânico já foi desarmado pelas forças de segurança

Mais um caso de descoberta de bombas da Segunda Guerra Mundial agitou a Itália neste domingo (8). Em Bolonha, no norte do país, uma operação para desarmar uma bomba provocou a evacuação de 9,4 mil pessoas. Todas as que moram em um raio de 800 metros do local do explosivo.

O artefato, de fabricação britânica, pesa 213 quilos, e foi encontrado em um canteiro de obras na capital da Emília-Romana. O trabalho do esquadrão antibombas começou durante a manhã e só terminou por volta de 17h40 (horário local), quando os cidadãos puderam voltar para suas casas.

O explosivo deve ser removido nesta segunda-feira (9) para uma pedreira, onde será detonado.

“Gostaria de agradecer sobretudo aos cidadãos, que suportaram uma espera mais longa do que se previa”, declarou o secretário de Proteção Civil de Bolonha, Alberto Aitini.

O último caso de bomba da Segunda Guerra Mundial na Itália havia sido achada em março passado, em Fano, na costa leste do país. E a operação de remoção do artefato, também de fabricação britânica, forçou a evacuação de 23 mil pessoas.