A Bolsa de Valores de Milão encerrou uma série de uma semana em queda e fechou o pregão desta quarta-feira (30) com valorização de 2,09% em seu principal índice, o FTSE MIB, que agora está em 21.797 pontos

O resultado positivo chega em meio à reabertura das negociações para a formação de um governo político na Itália, entre o antissistema Movimento 5 Estrelas (M5S) e a ultranacionalista Liga. Se essa hipótese se concretizar, o país pode não ter eleições antecipadas.

Já o spread entre os títulos públicos de 10 anos de Alemanha e Itália caiu de 290 pontos-base para 247. Esse indicador é usado como reflexo da confiança dos investidores no país: quanto mais alto o spread, maiores os juros e o risco dos ativos.

Outras bolsas europeias também fecharam o pregão desta quarta em alta, como as de Frankfurt (0,93%), Londres (0,75%) e Madri (0,47%). A exceção é Paris, com queda de 0,2%.

(Agência ANSA)