Um bebê de 2 anos de idade morreu durante um voo entre as cidades de Beiture, no Líbano, e Roma, na Itália, operado pela companhia Alitalia

O avião teve sua rota alterada para a prestação de socorro e aterrissou na manhã desta terça-feira (28) no aeroporto de Bari.

A bebê, libanesa, sofria de hiperoxalúria, uma doença grave nos rins, e teve uma crise cardíaca, segundo os agentes da Polícia do Estado. Uma enfermeira da Cruz Vermelha prestou atendimento à criança no avião, de acordo com fontes da companhia aérea.

Os primeiros socorros foram prestados ainda dentro da aeronave, em tentativa de reanimar a criança.

A decisão imediata da tripulação foi aterrissar no aeroporto mais próximo, o de Bari, onde a equipe médica da emergência sanitária continuou a operar manobras de reanimação, mas que não foram suficientes para manter a jovem viva.

Tendo em vista a doença que já acometia a bebê, os médicos-legistas comunicaram ao Ministério Público da Itália de que uma autópsia não seria necessária.

(Agência ANSA)