“Pôxa, não sei o que está havendo comigo, pois há mais de uma semana não tenho um único problema. Unzinho sequer!”   Não conheço ninguém que tenha verbalizado essa angústia pela falta de problemas. Mas há muitos que se alimentam silenciosamente deles em vez de enfrenta-los, numa relação mórbida

Este conteúdo é restrito a membros assinantes do site. Se você é um usuário cadastrado, por favor faça login.

Quer fazer sua assinatura Comunità Italiana e ter acesso a todo conteúdo do site?

Então clique aqui e faça seu registro.

Login de Usuários