Segundo Ancelotti, o preferido entre muitos clubes, a seleção não está entre suas opções

Carlo Ancelotti não irá treinar o Azzurra ano que vem, o próprio confirmou esta informação neste domingo (03).

Demitido em setembro do Bayern de Munique, está disponível desde então e entre os mais queridos.

Segundo a Ansa, o técnico já foi procurado por alguns clubes, como Milan e Chelsea.

Mas em relação a seleção italiana, ele fala que não está em seus planos futuros.

“A Federação me contatou e falei com eles. Treinar a Itália seria como um outro trabalho porque ser um técnico de seleção é diferente de ser um técnico de clube, e eu ainda gosto de treinar e trabalhar todos os dias”, disse Ancelotti em uma entrevista para o programa “La Domenica Sportiva”.

Porém, de acordo com o técnico, ele deve estar de volta a ativa, após 30 de junho de 2018.

“Ao longo dos últimos meses, tenho estado ligado a diversos clubes e seleções. Vou dizer que a Serie A é curiosamente a mais interessante na Europa no momento, já que está muito competitiva”, comentou.

Ainda de acordo com Ancelotti, a Federação Italiana de Futebol (FIGC) “precisa ordenar outras questões antes que possa pensar em contratar um novo treinador”.

Desde das Eliminatórias da Copa, que mantiveram a Itália de fora, o Azzurra está sem técnico.