O alpinista sofreu uma queda de 200 metros de altura, neste fim de semana outros oito alpinistas morreram em acidentes diferentes no Alpes

Segundo a agência APA, o alpinista sobrevivente estava ligado a uma corda com mais cinco companheiros, que faleceram no acidente, a dois mil metros de altitude.

Eles caíram em uma área remota da montanha e o único alpinista que sobreviveu se encontra em estado grave, em um hospital de Salzbrug, na Áustria.

O sobrevivente foi socorrido por um helicóptero. Martin Reichholf, responsável pelo resgate, disse que uma possibilidade seria um dos alpinistas ter escorregado, levando os outros cinco juntos na queda.

Segundo a agência DPA, todas as vítimas são alemãs e um dos mortos é um homem de 34 anos.

Outras três mortes nos Alpes, durante este fim de semana, ocorreu em dois episódios diferentes, todos eram italianos.

Os três italianos

Dois italianos caíram em uma fenda de gelo nos Alpes da Itália. De acordo com a agência Ansa, um dos alpinistas chegou a ser socorrido, mas não sobreviveu.

Neste acidente eram nove integrantes ligados por uma corda, no Parque Adamello Brenta. Entre eles havia um adolescente de treze anos, que assim como os outros sete aventureiros.

De acordo com a Ansa, os alpinistas faziam parte de duas famílias.

O terceiro alpinista italiano, que faleceu neste fim de semana, foi atingindo por pedregulhos de gelo na área de Trento.