A companhia aérea Alitalia anunciou nesta sexta-feira (14) um aumento de 85% na oferta de voos no Brasil a partir de novembro.

Em meio a um processo de reestruturação e sob intervenção do governo italiano, o Rio de Janeiro, que hoje conta com apenas três voos semanais para Roma, terá sete, o que corresponde a um incremento de 104% na oferta. Já São Paulo passará de sete para 10 voos semanais, aumentando em 43% a frequência.

De acordo com o CCO (Chief Commercial Officer) da Alitalia, Jorge Vilches, a companhia acredita na retomada econômica do Brasil e mantém o país como zona estratégica.

“Nossos voos internacionais estão focados em onde se concentram as comunidades italianas no mundo. São Paulo e Rio de Janeiro são rotas importantes com resultados excelentes. Além da comunidade italiana presente aqui, há muito interesse dos brasileiros em turismo na Itália”, disse Vilches.

“Não queremos parar de crescer. Tentaremos chegar à oferta de dois voos diários São Paulo-Roma. Mas vamos ver como será a resposta do mercado agora e manteremos esse objetivo para médio prazo”, informou o CCO.

Além da maior oferta de voos no Brasil, a Alitalia incrementou sua presença na Argentina e criou um voo direto do México para a Itália, com o foco no público latino-americano. Duas novas rotas internacionais também foram lançadas recentemente, sendo uma nas Maldivas e outra em Nova Déli, capital da índia.

O aumento na oferta de voos internacionais faz parte da estratégia comercial da Alitalia, já que representam os trechos mais lucrativos para a empresa. “Em voos internos, a Alitalia compete com companhias de baixo custo, como a Ryanair e a Easyjet, e elas obviamente têm operações mais baratas. Os voos internacionais são mais rentáveis para nós e é onde temos vantagens competitivas”, afirmou Jorge Vilches.